Exposição “Tom Zé 80 Anos” na Caixa Cultural SP

Exposição “Tom Zé 80 Anos” na Caixa Cultural SP

 

De 13 de março a 20 de maio, a Caixa Cultural SP apresenta a exposição “Tom Zé 80 Anos”, que celebra as oito décadas de vida do cantor e compositor tropicalista e sua obra. A mostra reúne obras gráficas, digitais e interativas que reavivam a trajetória do baiano, natural de Irará.

Músicas, fotos, textos e depoimentos são traduzidos em instalações concebidas especialmente para a exposição. Assim como o homenageado, elas também se valem da multiplicidade de meios e linguagens na concepção artística. Entre as obras, uma linha do tempo detalhada perpassa os anos de vida de Tom Zé.

O trabalho gráfico-visual é assinado pelo designer, produtor de mídia interativa e curador da exposição, André Vallias.

A história do artista: a vida no interior da Bahia, o começo de carreira, a Tropicália, o reconhecimento internacional, os prêmios e homenagens recebidas ao longo dos anos, tudo é apresentado aos visitantes por fotos de acervo, textos com inclusões em braile e vídeos extraídos de diversos documentários.

“O fato dessa exposição começar na Bahia e depois vir a São Paulo é muito significativo para mim, e muito acertado por conta dos dois laços fortes que mantenho. Tenho muitas amizades profundas aqui em São Paulo que espero rever nesse grande encontro que será essa exposição”, comemora Tom Zé ao falar sobre a homenagem.

De “Tom Zé – Grande Liquidação”, primeiro disco autoral lançado em 1968, até “Canções Eróticas de Ninar”, lançado no ano passado, a discografia completa de Tom Zé, reunindo 28 trabalhos completos, estará disponível na exposição, evidenciando a efervescência musical do artista.

“É uma celebração dos 80 anos de Tom Zé, focando bastante em sua obra e em seu pensamento musical. Trabalhamos muito em cima das letras mais emblemáticas dele”, explica Vallias, que possui no currículo, entre outros trabalhos, a consagrada exposição “Gil 70 anos”, que passou por Salvador em 2013.

A exposição, idealizada pela cantora, produtora cultural e amiga pessoal de Tom Zé, Bete Calligaris, da Eureka Ideias (RJ), traz ainda a contribuição textual do escritor Antônio Risério, além de uma pequena mostra de um acervo pessoal com mais de 10 instrumentos inventados pelo artista, a partir de objetos e materiais inusitados, e utilizados em muitas de suas gravações e shows.

“Além de um tropicalista sem igual, sempre original, e um dos artistas mais vanguardistas que temos, Tom Zé é também um amigo há mais de 25 anos. Depois de ter dedicado homenagens a grandes nomes da MPB, me senti na necessidade de também prestar essa reverência a ele, que celebrou recentemente 80 anos de vida. Quero proporcionar essa alegria a ele. Iniciamos essa exposição na Caixa Cultural Bahia, onde Tom Zé nasceu, e conseguimos trazê-la para São Paulo, cidade que ele escolheu para viver”, resume Bete Calligaris sobre a idealização da exposição.

 

Ficha Técnica:
Curadoria e direção de arte: André Vallias
Projeto expográfico: Nelci Frangipani
Produção: Refazenda
Produção local: Joseph Motta
Fotos: André Conti e Ana Ottoni
Fotos da exposição: acervo Tom Zé
Cenografia: Gert Seewald
Projeto de iluminação: Samuel Betts (BeLight)
Programação para tablet: Daniel Monteiro
Texto catálogo: Antonio Risério
Vídeo de divulgação: Jorge Brennand
Assessoria de imprensa: Colateral Comunicação
Realização: Eureka Ideias (Bete Calligaris e Sônia Dantas)

 

Serviço:
Exposição Tom Zé 80 anos
Caixa Cultural SP (Praça da Sé, 111 – Centro)
De 13 de março a 20 de maio (de terça a domingo)
Horário: das 9h às 19h
Informações: (11) 3321-4400
Classificação indicativa: livre
Entrada franca
Acesso para pessoas com deficiência.

Notícias relacionadas

background