Um Autorretrato Cubano na Caixa Cultural São Paulo

Um Autorretrato Cubano na Caixa Cultural São Paulo

Na Caixa Cultural São Paulo, de 10 de janeiro a 4 de março, o público paulistano terá a chance de conferir a mostra Um Autorretrato Cubano, que reúne 69 fotografias do fotógrafo cubano José Alberto Figueroa, em uma retrospectiva histórica, pela primeira vez no Brasil.

 

Conhecido por registros que ilustram questões sociais e políticas de Cuba, Figueroa é considerado um dos precursores da fotografia conceitual, tanto em Cuba como em toda a América Latina. Em sua obra, o fotógrafo mostra o olhar sobre fases históricas do país, desde os primórdios da Revolução Cubana, quando pôde acompanhar mudanças sociais significativas e controversas, até os tempos atuais.

 

Nascido em 1946, Figueroa se formou em fotografia nos anos 1960, quando já trabalhava como assistente no estúdio de Alberto Korda, especializando-se em publicidade e moda. Com o tempo, passou a desenvolver uma carreira versátil, inclusive, atuando como correspondente de guerra em Angola. Como discípulo e amigo de Korda, também fotografou elementos que representavam as reivindicações de sua geração. O ensaio Exílio, realizado em 1967, é bastante representativo deste período, por retratar o processo exaustivo de migração de cubanos para os Estados Unidos.

 

Com 71 anos, o fotógrafo vem ao Brasil para, em de janeiro, abrir o evento, que terá uma visita guiada pela exposição. No dia 12, vai participar de um bate papo com o público, quando haverá o lançamento do catálogo de Um Autorretrato Cubano.

 

Serviço:
Exposição Um Autorretrato Cubano
CAIXA Cultural SP – Praça da Sé, 111
Abertura: 09 de janeiro, às 19h30, com a presença do autor
Visitação:10 de janeiro a 4 de março (de 3ª feira a dom.)
das 9h às 19h
Bate-papo com o fotógrafo e lançamento do catálogo:
12 de janeiro, às18h
Classificação indicativa: livre
Entrada franca
Acesso para pessoas com deficiência

Notícias relacionadas

background