Sonhos e hipnose

Sonhos e hipnose

A hipnose não serve para muita coisa além de oferecer boas noites de sono, tirar algumas dores, aliviar sintomas desagradáveis, remover mágoas e acabar com alguns vícios. Comecei a estudar hipnose com o padre Quevedo, que está bem vivo, obrigado! Aposentado e morando em Belo Horizonte MG, em um convento para jesuítas idosos.

Já vi hipnólogos conseguirem deixar 100% dos espectadores de uma sala em sono hipnótico, o meu record foi 16 pessoas em uma sala com 22.

Desde Mesmer, o criador da hipnose moderna, e mesmo antes,  esta ciência já era usada como motivo de cura, mas também de charlatanismo, como acontece com todas as promessas científicas que não se permitem muita intimidade, como a física quântica hoje, onde qualquer um dos seus elementos de estudo são pelo menos um bilhão de vezes menor que a espessura de um fio de cabelo, e isto oferece possibilidades infinitas para estudantes sérios, como também para pessoas sem muito interesse na honestidade, criando expectativas falsas e desmazelos por este mundo afora.

Existem hipnólogos, como aquele do filme, que faz o paciente retroceder no tempo e lembrar de acontecimentos desvirtuados por traumas ou por sua desimportância no conteúdo que o envolvia e que  gerou  aquele esquecimento. Para isto o procedimento correto seria a Dianética, a famosa Audição da Scientologia do mestre Ron Hubbard, mas para um caminhar perfeito no desvio  dos embaraços naturais e para seguirmos solidários em ritmo de superação, uma sessãozinha de Anjeologia, que é uma mistura de hipnose, dianética e psicanálise, é um santo e perfeito remédio.

Sonhos                                                                                                                                                                           Franz Mesmer, foi o primeiro médico depois do renascimento a usar este método curativo, inicialmente como magnetismo animal, e tudo começou em um sonho que teve, em que era um aluno de Platão no templo de Sofrosine, e este fazia dormir um dos seus paciente e lhe passava comandos para que não sentisse mais aquelas dores.  Foi o que bastou. Neste mesmo dia começou a testar o que vira Platão fazer. O seu paciente e primeiro cobaia, foi nada menos que outro Franz, o grande compositor Mozart, isto em 1766, o qual passou a não sentir mais as dores, a dormir serenamente e a viver e criar suas obras com naturalidade, inclusive a ópera Cosi Fan Tutte, a qual declara sua homenagem a Mesmer, sendo que os dois ainda fundaram juntos, a Duo Glassharmonica, que ainda existe em Viena.

Claro, como todas as novas descobertas, atraiu inveja, rancores e inimigos cruéis, mas conseguiu passar sua forma de cura para as novas gerações, e hoje todos nós podemos usufruí-la para facilitar nossos entraves discordantes e nas rugosas viagens que a vida nos oferece para completarmos nossos obrigações e passarmos nossos conhecimentos e descobertas às novas gerações.

Obs.: Se você sonhar com fatos correlacionados com estas áreas, o significado é que você, o sonhante, se for o aplicante, irá de algum modo, superar o inimigo e deixá-lo manso e ao seu dispor, mas se alguém está fazendo isto com terceiros, significa que há pessoas querendo fazer esta manipulação em você.

Notícias relacionadas

background